Quarta-feira, 31 de Agosto de 2005

O Cabaixão

Fala-se muito em falta de inovação em Portugal, como se os portugueses não fossem tipos inovadores. Pois hoje, este blog orgulha-se de lançar a ideia de algo realmente inovador:
O «Cabaixão».
Passo a explicar, o Cabaixão, não é mais do que um caixão para usar em cima dos ombros, cobrindo o pescoço e a cabeça, tendo sido desenhado propositadamente para a nossa classe política (sim, claro que também inclui a oposição), comentarista, jornalística, jurídica e empresarial.
Este produto destina-se a ser usado por todos aqueles que estão completamente mortos do pescoço para cima, e só produzem esterco em vez de ideias.

Terça-feira, 30 de Agosto de 2005

Me, Myself, I and Moi Même

Depois de 32 anos de convivência comigo mesmo, entendi que só havia uma forma capaz de solucionar a minha vida: Pedindo-me a mim mesmo a mão em casamento.
Acto feito, depois de todos os trâmites necessários, legais e formais, cumpriu-se a boda, copo de água, copos de vinho e lua-de-mel.
Mas por detrás desta inocente boda comigo mesmo, reside um plano macabro, pois o que quero e desejo é enviuvar de mim mesmo. Estou farto de me ter como companhia.

PS: Só tenho medo de ter ficado grávido na lua-de-mel e voltar a nascer e ter de conviver comigo outra vez

Segunda-feira, 29 de Agosto de 2005

Era uma vez um texto...

Era uma vez um texto que renegava a sua condição de texto porque tinha medo da morte. No entanto, quando veio a saber que uns seus parentes afastados (certos quadros, esculturas, filmes e fotografias do lado materno) tinham conseguido alcançar a imortalidade, ficou-lhes com inveja.
Desde o seu nascimento (quando alguém escrevera certa vez «Era uma vez um Texto..»), que nunca mais deixou de pensar, aterrorizado, no último momento da sua existência, e para afastá-lo, tentou arranjar um significado para si mesmo. Mas para isso era necessário ser-se lido por alguém, tornar-se necessitado por alguém.
Porém, este texto era fraco, não possuía força suficiente para conter significado. Por isso, abandonou-se ao correr das letras e caíu na aceitação do final, consciente de que deste modo tudo terminaria e tudo se tornaria irreversível.
E é aqui, perto deste parágrafo, que lamento ter de anunciar que com apenas 15 frases de vida o texto foi acometido por uma grave síncope linguística de ponto final, e faleceu. Fontes oficiais informam-nos que se tratou de uma morte dupla: Morreu o Texto e o seu Sentido.
Ninguém se lembrava de o ter lido.

Domingo, 28 de Agosto de 2005

Morphine

Morphine.jpg


‘’My biggest fear is if I let you go
You’ll come and get me in my sleep”

Como trio que eram, souberam criar um som único e irrepetível. Oriundos de Boston, num belo dia agarraram no Rock e despojaram-no da sua alma – a guitarra – e a partir de uma base jazzística de cave lúgubre e fumegante, foram construindo uma espécie de diálogo metafísico entre Sax(es), Baixo e Percussão, com alterações, distorções e misturas várias. A voz do vocalista (e baixista) Mark Sandman por cima de tudo isto dá-nos outro significado ao que ouvimos, com referências que se aproximam de Nick Cave, Tom Waits ou Jim Morrisson.
Infelizmente, há uns anos atrás Sandman passou a outra dimensão devido a uma paragem cardíaca fulminante quando tocava em Milão. Irónico, não? Morrer a fazer o que melhor se sabia fazer e aquilo de que mais se gostava.
Se por acaso quem lê este Blog não os conhece sugiro que o faça, descobrindo o som misterioso, envolvente, irreal e taciturno que emana dos seus seis ou sete discos. No entanto, talvez por serem os que mais me marcaram – talvez mesmo devido ao factor descoberta (Obrigado AR!) – recomendo que comecem pelos dois primeiros: Good (1992) e Cure for Pain (1993).

Sábado, 27 de Agosto de 2005

Ode a São Gugle

logo_sm.gif

Isto da Net tem muito que se lhe diga, mas ainda mais teria pelo lado negativo se São Google não existisse para nos ajudar. Por isso aqui vos deixo uma prece em seu louvor:

Creio em ti Grande Buscador Universal,
Creio no teu saber global.

Creio na tua rapidez que nos torce os olhos.
Creio nas coisas que encerras aos molhos

Creio em ti a cada momento
Creio na simplicidade do teu funcionamento

Creio que tudo em ti se mete
Creio que és o máior da Internéte

yÁmen

Sexta-feira, 26 de Agosto de 2005

Características do Dizeresmeus...

Se por algum motivo alguém tentasse identificar as características intrínsecas a este cantinho veria que a principal é a de fazer perguntas que deixem os seus leitores a pensar, a ruminar um pouco nas questões colocadas.
Por este muy nobre motivo aqui segue mais uma questão para que vejam o bondoso que sou:
Se tiver orelhas grandes de pato,
Cascos de pato,
Bigodes de pato,
Dentes de pato
E barbatanas de pato,
É um Pato????

Pensem lá nisto...

Quinta-feira, 25 de Agosto de 2005

Aviso à navegação super-heróica...

Agora que Agosto está a terminar, e que muitas famílias voltam a casa após umas merecidas férias, gostava de lançar um aviso aos muitos super-heróis e suas famílias, que assiduamente lêem este Blog:

Se vão usar os seus Super-Poderes Não Bebam!
Se beberem, Não Usem os Super-Poderes.

Obrigado e boa viagem!

Quarta-feira, 24 de Agosto de 2005

Voltar atrás....

Sempre quis saber o que se sentia numa viagem ao futuro.
Quando era pequeno sonhava a toda a hora com o próximo passo da humanidade, com a descoberta seguinte.
Muitas dúvidas me assaltavam, muita era também a curiosidade.
Será que um dia o homem iria poder voar?, será que se iriam concretizar algumas das ideias que outros tinham profetizado nos livros de BD que eu devorava?
Não, Afinal não.
A verdade é que o futuro, Este Futuro não é grande coisa.
Por isso, se não se importam, parem lá isto que eu quero descer e voltar outra vez ao meu passado.

Quarta-feira, 3 de Agosto de 2005

A chegada à idade adulta bloguística...

Faz hoje um ano, comecei esta aventura de escrever um Blog da seguinte maneira:

«Bom, vamos lá a isto...
Tinha de ser,
Não podia deixar de ser, depois de tantos blogs lidos, de tantas afinidades e discordâncias, tinha de criar um blogue meu. Depois de muito pensar sobre qual seria o tema do mesmo, optei pela culinária temática, ou seja, vou misturar um pouco de cada ingrediente e ver o que dá no final.
Como não poderá deixar de ser, de início a política será a tónica dominante, dada a very very silly season que começou, com este governo de revista à portuguesa, mas pouco a pouco, outros temas entrarão neste blogário.»

E de facto entraram muitos outros temas, se bem que a política nesses primeiros tempos, dominava de facto o meu escrever (o que não é de estranhar, a nomeação de PSLopes como 1º Ministro tinha ocorrido há dias).
O objectivo deste Blog foi, de início, meramente lúdico, depois foi crescendo e amadurecendo, tornando-se parte de mim, mesmo quando passo demasiado tempo sem lhe ligar.
Mas como a vida cibernética é muito rápida em termos de mudança e evolução, e como grande parte dos projectos não dura tanto tempo, creio que apesar de fazer um ano apenas, já posso dizer que o DIZERESMEUS atingiu a idade adulta bloguística. Por isso: Parabéns!


Terça-feira, 2 de Agosto de 2005

É Amanhã!

Amanhã, este Belogue fará um anito.
Nem posso crer! Se pudesse voltar atrás, ao tempo em que comecei isto, até era capaz de fazer tudo diferente. Mas como não posso, tenho de me aguentar com isto tal como está, nánádafazer, prontos.

.Procurar Dizeres

 

.Agosto 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Dizeres recentes

. VOTEM Na Bandeira que Que...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

.Dizeres Antigos

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds