Sexta-feira, 15 de Abril de 2005

Nas Azenhas do Mar...

Caminha com passadas curtas, como se pedisse autorização para passar. Detém o seu passo junto à borda de água na praia quase sem areia que o mar levou. Tira os sapatos e as meias, colocando-as dobradas dentro deles e entra no mar até ficar com água pelos joelhos. Olha em silêncio para o horizonte. Tira do interior da sua mochila um saco de supermercado, abre-o e começa a espalhar ao sabor do vento umas cinzas. Quando estas já desapareceram, guarda o saco de novo na mochila, mete as mãos nos bolsos traseiros das suas calças e fica ali, a olhar o mar e o horizonte durante alguns minutos.
Terminado o ritual, retira-se, apanha os sapatos e, com eles na mão, dirige-se para uma das saídas da praia.
Quase sem querer, chegamos ao mesmo tempo às escadas que nos levam dali para fora.
-Boa tarde! - Diz-me,
-Boa tarde! - Respondo eu
Ele sorri, e segue o seu caminho.

.Procurar Dizeres

 

.Agosto 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Dizeres recentes

. VOTEM Na Bandeira que Que...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

.Dizeres Antigos

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

blogs SAPO

.subscrever feeds