Quarta-feira, 16 de Fevereiro de 2005

Que Mundo? Que Futuro? Que Ambiente? Quioto?

kyoto.gif

Hoje ao ver os noticiários a manhã na televisão, fiquei a saber que terá sido assinado hoje às 9:30 o protocolo de Quioto. Fico feliz por saber que finalmente o mundo está unido em torno de uma causa comum, por duas coisas que dizem respeito a todos nós: o Futuro e o Planeta Terra. Agradou-me saber que a ratificação do acordo pela Rússia viabilizou o protocolo, mas fico sem saber o que pensar do facto do maior poluidor do Mundo, os EUA terem ficado de fora por motivos puramente ignóbeis que se prendem directamente com uma afirmação de identidade americana como uma nação consumo-dependente.
Irrita-me o facto dos EUA, e sobretudo a política dos conservadores (ligados ao negócio do petróleo) em não quererem ceder um milímetro para o bem comum mundial.
Cada vez mais, assistimos ao desaparecimento de espécies animais e vegetais, de glaciares, e até de estações do ano. Os desastres provocados por alterações do clima são cada vez mais frequentes (inclusivamente nos EUA) e mais mortíferos e, não faz sentido continuarmos a avançar e assobiar para o lado como se não fosse connosco.
Considero que Quioto é essencial, e que o que precisamos agora é de mais Quiotos, um para a pobreza, um para a fome e um para as doenças.
Será pedir demasiado? Claro que sim, mas será realizável? Também. Só necessitamos que todos estejamos unidos nestas lutas e que os EUA como sempre não fiquem de fora, até porque estes protocolos apesar de se tratarem apenas de declarações de intenções, contam muito em termos políticos e de mobilização geral.

1 comentário:
De atento a 16 de Fevereiro de 2005 às 11:26
1 noivo que no seu casamento não tivesse pago impostos sobre o enxoval da noiva nos últimos 3 anos FUGIU AO FISCO segundo o dr Francisco Louçã no debate da RTP1.
Foi o que aconteceu entre 3 bancos que decidiram trabalhar juntos a partir de determinada data.
Pior é que o eng. josé Socrates , sem saber ao menos do que o seu parceiro reivindicava apresentou total solidariedade com a ideia.
Francisco Louçã acredita que o facto de o noivo receber o enxoval já feito é lucro(maisvalia) e como tal sujeito a impostos.
A ideia é tao descabida de sentido que nenhum jornalista presente foi capaz de decifrar o erro.
O dr Santana Lopes ficou estupefacto de como é possível alguem não ter percebido este lapso e num ar de diplomacia pediu ao dr Louçã o despacho do processo para ver ate onde o coitado estendia a sua estúpidez.


Comentar post

.Procurar Dizeres

 

.Agosto 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
17
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


.Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

.Dizeres recentes

. VOTEM Na Bandeira que Que...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

. Bandeira de Portugal Alte...

.Dizeres Antigos

. Agosto 2006

. Julho 2006

. Junho 2006

. Maio 2006

. Abril 2006

. Março 2006

. Fevereiro 2006

. Janeiro 2006

. Dezembro 2005

. Novembro 2005

. Outubro 2005

. Setembro 2005

. Agosto 2005

. Julho 2005

. Junho 2005

. Maio 2005

. Abril 2005

. Março 2005

. Fevereiro 2005

. Janeiro 2005

. Dezembro 2004

. Novembro 2004

. Outubro 2004

. Setembro 2004

. Agosto 2004

SAPO Blogs

.subscrever feeds